Precisa de um Emprego? Aprenda LINUX

A Fundação Linux hoje publicou o seu primeiro Relatório de trabalhos Linux, criado em conjunto com o site de empregos Dice.com. O relatório analisa a atual demanda por talentos Linux, e identifica algumas tendências interessantes.

Dos 2.300 entrevistados, oito em cada dez disseram que a contratação de talentos Linux é uma prioridade em 2012, e mais da metade das empresas inquiridas disseram que eles estão aumentando as contratações para empregos com linux criados em áreas de outras habilidades.

Para entender o que está levando a essa demanda, nós nos perguntamos o que mudou em suas organizações para solicitar essa especialidade na contratação. Os resultados formam um quadro otimista sobre o crescimento da empresa e o uso de Linux para apoiar este crescimento. Quarenta e nove por cento dizem que sua empresa está crescendo, que está criando a necessidade de mais membros especializados em Linux com foco em equipes, enquanto outros 48 por cento dizem que estão aumentando o uso de Linux e precisam de talentos internos para apoiar os processos da empresa. E 30 por cento dizem que o Linux tornou-se essencial para o seu negócio e que eles precisam de seus recursos para aumentar a participação na comunidade Linux através de novas contratações.

Das empresas pesquisadas para o relatório, 67% indicam que eles estão olhando para os desenvolvedores de Linux, e 55% estão à procura de administradores de sistemas Linux. A maioria está à procura de talentos Linux com três a cinco anos de experiência.

De acordo com o Linux Jobs Report, profissionais de Linux estão colhendo as recompensas substanciais para a sua especialização. Enquanto o salário médio da indústria para profissionais de tecnologia foi de apenas 2% “, profissionais de Linux viram um aumento de cinco por cento, ano após ano, em sua remuneração.” Além disso, os profissionais Linux estão ganhando prêmios maiores e bônus também.

Enquanto os talentos em Linux são objecto de procura, encontrar o talento está se apresentando um desafio pequeno para as empresas. Segundo o relatório “85 por cento dizem que encontrar talentos Linux é muito difícil, fazendo com que os profissionais de Linux tenham se tornado um dos talentos mais procurados em 2012.”

Como um heavy user de sistemas Linux em tempo integral e de longo tempo e membro da comunidade de código aberto em todo o mundo, eu gostaria de compartilhar algumas sugestões com a contratação de administradores para os recrutadores que procuram talentos em Linux.

Em primeiro lugar, envolver sua comunidade Linux local! Há quase certamente um grupo de usuários em sua área. Alcançá-los é fundamental. Participar de suas reuniões. Incentive seus funcionários a participar de suas reuniões. Ofereça-se para sediar suas reuniões em suas salas de conferências.

Em segundo lugar, se envolva com as conferências regionais. Patrocinar eventos como o Ohio LinuxFest, Linux Nordeste Fest, ou Northwest LinuxFest (lá fora) e mais os eventos aqui mesmo (Brasil). Encontre algum perto de você, e forneca patrocínio financeiro para eles. Faça eles saberem que a sua organização usa Linux, e promova o relacionamento que você havia previamente estabelecido com a comunidade local. Deixe claro para a comunidade que você não está caçando talentos, mas recompensando pessoas qualificadas com significativos trabalhos de código aberto.

Em terceiro lugar, conheça à comunidade. Eu sei que é difícil para as corporações gigantes estarem dispostos a compartilhar muita coisa, mas tentar identificar as coisas que você faz que você pode compartilhar com a comunidade open source pode ser um bom caminho. Quer se trate de código que você desenvolveu em casa, ou documentação sobre como você usa vários projetos de código aberto em conjunto para resolver problemas: encontre uma maneira de compartilhá-los. Pode ser tão simples como um fazer uma apresentação da sua empresa ou a criação de um blog de código aberto em sua organização.

Em quarto lugar, ao considerar as pessoas para o emprego em Linux, olhe para além de sua experiência profissional. Há muito que pode ser feito com o Linux por pessoas normais em seu tempo livre. Talvez os seus candidatos não tenham muita experiência profissional específica em Linux listado em seus currículos (mas eles podem ser os melhores ao pegar na massa para fazer).

E lembre-se, nem todos os dados de um currículo fazem o profissional, geralmente os melhores não correm atras de muita coisa para provar o que sabem, então a dica é: coloque seu pretendente a funcionário no mundo linux na frente de um terminal e veja o que ele pode fazer na prática, garanto que na maior parte dos casos você pode ser surpreendido.

Tenha fé nas pessoas.

Para ver o Relátorio completo faça o download do PDF aqui

by david.snege

Olá queridos leitores, é com grande alegria que mais uma vez venho aqui fazer um comunicado, o tempo foi passando os acessos aumentando e finalmente estamos com nosso próprio domínio .COM em novo estilo, com layout totalmente re-estilizado novas fontes de informação para todos leitores, atualizações mais frequentes e o melhor da tecnologia.

Portanto se você ainda não migrou pra o novo site faça isso agora e não se arrependerá, estamos tentando direcionar todo o tráfego de nosso antigo WordPress (aqui) pra nosso novo domínio e para isso precisamos da compreensão e apoio de nossos leitores.

E mais uma vez, obrigado, sem vocês e sua fidelidade nos acessos jamais seria possível isso.

david.snege

Acessem: http://tecnlog.com

Canconical Apresenta Business Desktop Ubuntu Remix

A Canonical apresentou esta semana uma nova versão de seu sistema operacional desktop Ubuntu, baseado no Ubuntu 11.10. As novas versões foram criadas para as instituições empresariais e governamentais para que possam avaliar o Ubuntu como uma solução desktop. A nova versão do Ubuntu Remix 11,10 torna muito mais fácil para usuários corporativos personalizar o desktop do Ubuntu para as suas necessidades exatas.

Ubuntu Business Desktop Remix

O novo Ubuntu Remix Business Desktop revelado pela Canonical é uma imagem simples, com as alterações mais comuns que as empresas deixam pré-configurados quando o instalam. tornando-o fácil de ser implantado em um ambiente corporativo ou usado como ponto de partida para uma maior personalização. Contendo todo o software necessário para integrar sua infra-estrutura de TI, mas remover os itens que não interessam, como jogos, redes sociais e aplicativos de compartilhamento de arquivos, ferramentas de desenvolvimento e sysadmin para citar alguns.

“O remix mantém toda a bondade do Ubuntu e é compatível com todos os certificados de hardware do Ubuntu, aplicativos e ferramentas, acrescentando negócios focados nas ferramentas do Ubuntu padrão e arquivos. Há pacotes não modificados ou melhorados no remix, e o remix recebe suas atualizações de segurança do mesmo lugar como padrão do Ubuntu, é apenas um ponto de partida conveniente que inclui muitas mudanças comuns cometidas pelos administradores de TI no Ubuntu em um ambiente corporativo “.

A primeira versão inclui o Adobe Flash Plugin, VMware View, e o OpenJDK 6 Java run-time environment. Para mais informações sobre o novo  Ubuntu Desktop Remix  veja o site da Canonical.

by david.snege

Logs que podem interessar:

4G 16GB 32Gb Acer Amazon AndroidAparelho Apple Asus Bluetooth BrazilConceito Dell Design eco google HDMIipad iPhone Kinect Linux microSDMicrosoft Netbook Nokia NotebookNvidia Operating system SamsungSmartphone Sony TabletTecnologia Touch Touch ScreenTouchscreen twitter Ubuntu Universal Serial Bus USB USB 2.0 USB 3.0 Wi-Fi Xbox 360 Yanko Design

Samsung Galaxy Nexus usado como Desktop

O Samsung Galaxy Nexus e Android 4,0 Ice Cream Sandwich vêm com suporte para Bluetooth e periféricos USB, além de HDMI, de modo que Christian Qantrell decidiu ver o que seria usar o seu Nexus Galaxy como um computador.

O vídeo abaixo mostra O Galaxy Nexus ligado a um monitor externo, e conectado a um teclado da Apple e Trackpad, e ele queria replicar funções de desktop no dispositivo sem qualquer equipamento de hacking e utilizando apenas as funcões normais que o aparelho ofereçe.

Galaxy Nexus PC

Como você pode ver o vídeo parece muito bom, e o trackpad da Apple parece funcionar bem em replicar os gestos que você usaria em seu Galaxy Nexus tocando o display.

by david.snege

Logs que podem interessar:

4G 16GB 32Gb Acer Amazon AndroidAparelho Apple Asus Bluetooth BrazilConceito Dell Design eco google HDMIipad iPhone Kinect Linux microSDMicrosoft Netbook Nokia NotebookNvidia Operating system SamsungSmartphone Sony TabletTecnologia Touch Touch ScreenTouchscreen twitter Ubuntu Universal Serial Bus USB USB 2.0 USB 3.0 Wi-Fi Xbox 360 Yanko Design

Como compilar e instalar a partir das fontes do Ubuntu

Ubuntu e outras distribuições Linux possuem repositórios de pacotes abrangentes para lhe poupar trabalho, isso possibilita que você não precise fazer compilação de nada mesmo. Ainda assim, às vezes você vai encontrar uma aplicação “obscura” ou uma nova versão de um programa que você terá que compilar a partir da fonte.

Você não tem que ser um programador para construir um programa da fonte e instalá-lo em seu sistema, você só tem que saber o básico. Com apenas alguns comandos, você pode montar programas a partir da fonte como um profissional.

Instalando o software necessário

Instalando o pacote build-essential em repositórios de pacotes do Ubuntu ele instala automaticamente o software básico que você precisa para compilar a partir das fontes, como o compilador GCC e outros utilitários. Para instalar execute o seguinte comando em um terminal:

sudo apt-get install build-essential

Selecione Y e pressione Enter para confirmar a instalação quando solicitado.

Conseguir um Pacote da Fonte

Agora você terá seu código-fonte do aplicativo desejado. Estes pacotes são geralmente em arquivos compactados com o tar.gz. Ou tar.bz2. (Extensões de arquivo).

Como exemplo, vamos tentar compilar Pidgin – talvez haja uma versão mais recente que não foi empacotado ainda e nós queremos agora. Localize o arquivo tar.gz do programa. Ou o arquivo. Tar.bz2 e salve-o em seu computador.

A tar.gz. Ou. Tar.bz2 é como um arquivo. Zip. Para usá-lo, nós vamos ter que extrair o seu conteúdo.

Utilize este comando para extrair um arquivo tar.gz.:

tar-xzvf file.tar.gz

Ou usar este comando para extrair um arquivo tar.bz2.:

tar-xjvf file.tar.bz2

Você vai acabar com um diretório com o mesmo nome que o pacote do código fonte. Use o comando cd para entrar nele.

Resolvendo Dependências

Uma vez que você está no diretório extraído, execute o seguinte comando:

. / Configure

(O símbolo . / use a conta  shell Bash para olhar dentro do diretório atual para o “configure”  e executá-lo. Se você omitiu o . /,  o Bash iria procurar um programa chamado “configure” em diretórios do sistema, como / bin e / usr / bin).

O . / Configure verifica em seu sistema se você tem as depêndencias necessárias  para compilar o programa.

A menos que você tenha sorte (ou já tem um monte de pacotes necessários em seu sistema), você receberá mensagens de erro, indicando o que você precisa para instalar de determinados pacotes. Aqui, vemos uma mensagem de erro dizendo que os scripts intltool não estão presentes em seu sistema. Podemos instalá-los com o seguinte comando:

sudo apt-get install intltool

Depois de instalar o software necessário, execute o . / Configure novamente. Se você precisa instalar software adicional, repita esse processo com o sudo apt-get install até que não tenha mais dependências.  Nem todos os pacotes necessários terão o nome exato que você vê na mensagem de erro – você pode precisar do Google pra se orientar.

Se uma versão mais antiga do programa que você está tentando compilar já está nos repositórios do Ubuntu software, você pode pular com o sudo apt-get usando o build-dep. Por exemplo, se eu executar sudo apt-get build-dep pidgin, o apt-get automaticamente vai baixar e instalar todas as dependências que você precisa para compilar o Pidgin. Como você pode ver, muitos dos pacotes que você vai precisar terminam em-dev.

Uma vez que o Configure / seja concluída com êxito, você está pronto para compilar e instalar o pacote.

Compilando e instalando

Use o seguinte comando para compilar o programa:

make

Este processo pode levar algum tempo, dependendo do seu sistema e do tamanho do programa. Se o. / Configure for concluído com êxito, você não deve ter quaisquer problemas. Você verá as linhas de rolagem de texto, enquanto o programa compila.

Após estas linhas de comando, o programa é compilado com sucesso – mas não está instalado. Use o seguinte comando para instalá-lo em seu sistema:

sudo make install

Ele provavelmente vai ser instalado em / usr / local em seu sistema. / Usr / local / bin é parte do caminho do seu sistema, o que significa que pode simplesmente digitar “pidgin” em um terminal para abrir o Pidgin.

Não exclua o diretório do programa se você deseja instalá-lo mais tarde – você pode executar o seguinte comando do diretório para desinstalar o programa do seu sistema:

sudo make uninstall


Programas que você instala dessa forma não serão atualizados automaticamente pelo Gerenciador de Atualização do Ubuntu, mesmo que eles contnham vulnerabilidades de segurança. A menos que você precisar de um aplicativo específico ou versão que não esta nos repositórios do Ubuntu, é uma boa idéia ficar com pacotes oficiais da sua distribuição.

Há um monte de truques avançados que não explicados aqui – mas, felizmente, o processo de compilar seu próprio software no Linux não é tão assustador assim depois disso não é?.

by david.snege

Logs que podem interessar:

4G 16GB 32Gb Acer Amazon AndroidAparelho Apple Asus Bluetooth BrazilConceito Dell Design eco google HDMIipad iPhone Kinect Linux microSDMicrosoft Netbook Nokia NotebookNvidia Operating system SamsungSmartphone Sony TabletTecnologia Touch Touch ScreenTouchscreen twitter Ubuntu Universal Serial Bus USB USB 2.0 USB 3.0 Wi-Fi Xbox 360 Yanko Design

VLC Media Player 2,0 Logo Chegada Em Mac OS X, Windows e Linux

Se você é um fã do VLC media player, você pode ter o prazer de usar a nova versão do VLC 2.0 que está previsto para ser lançado em breve e estará chegando para Mac OS X, Windows e Linux.

O VLC é um programa livre e aberto player multimídia e reproduz a maioria dos arquivos multimídia e codecs, bem como DVD, CD, VCD e vários protocolos streaming. O recém-redesenhado VLC tem sido reescrito por completo dizem seus desenvolvedores e vai chegar em breve.

by david.snege

Logs que podem interessar:

4G 16GB 32Gb Acer Amazon AndroidAparelho Apple Asus Bluetooth BrazilConceito Dell Design eco google HDMIipad iPhone Kinect Linux microSDMicrosoft Netbook Nokia NotebookNvidia Operating system SamsungSmartphone Sony TabletTecnologia Touch Touch ScreenTouchscreen twitter Ubuntu Universal Serial Bus USB USB 2.0 USB 3.0 Wi-Fi Xbox 360 Yanko Design

Acer CloudMobile vai ser lançado na MWC

A Acer está prestes a lançar o seu recém-desenvolvido Acer CloudMobile, que roda em Android Ice Cream Sandwich 4.0.

by david.snege

4G 16GB 32Gb Acer Amazon AndroidAparelho Apple Asus Bluetooth BrazilConceito Dell Design eco google HDMIipad iPhone Kinect Linux microSDMicrosoft Netbook Nokia NotebookNvidia Operating system SamsungSmartphone Sony TabletTecnologia Touch Touch ScreenTouchscreen twitter Ubuntu Universal Serial Bus USB USB 2.0 USB 3.0 Wi-Fi Xbox 360 Yanko Design

Apple iWatch 2 – Redesign do conceito iWatch

Os criadores do primeiro iWatch  Apple, ADR Estúdio agora veio com o iWatch2  que é mostrado abaixo. Já se passaram dois anos desde a concepção iWatch inicial, que foi elogiado e publicado no Gizmodo e na Wired. Agora há um novo dispositivo, que integra Wi-Fi, Bluetooth, um leitor de RSS e 32GB de memória.

Apple iWatch 2 Design Appears, More Elegant Than Ever

Você também terá uma opção da previsão do tempo, a capacidade de se conectar ao iPhone ou iPad via Bluetooth ou WiFi e um tela LCD, além da câmera frontal virada. O Apple iWatch 2 tem uma caixa que me faz lembrar a de uma jóia, muito original para abrir a caixa. O relógio tem um design fino, utiliza um corpo de policarbonato, um chassi de alumínio, PK2 Kevlar em uma pulseira com 5 cores disponíveis.

Espero que a vida da bateria seja simplesmente incrível e caso você esteja se perguntando se essa coisa é real, sei que é um mero conceito, por enquanto, mas as pessoas foram vestindo seus iPod nano como relógios, anexando pulseiras a eles. Isso é tão perto de um iWatch real que nem podemos dizer que é impossível … pelo menos até que a Apple faça.  Devo dar os parabéns a estes designers mais uma vez, pois estes conceitos acabam virando ispiração para produtos fantásticos se tornarem realidade.

Apple iWatch 2 Design Appears, More Elegant Than Ever

Apple iWatch 2 Design Appears, More Elegant Than Ever

Apple iWatch 2 Design Appears, More Elegant Than Ever

Apple iWatch 2 Design Appears, More Elegant Than Ever

Apple iWatch 2 Design Appears, More Elegant Than Ever

by david.snege

Logs que podem interessar:

4G 16GB 32Gb Acer Amazon AndroidAparelho Apple Asus Bluetooth BrazilConceito Dell Design eco google HDMIipad iPhone Kinect Linux microSDMicrosoft Netbook Nokia NotebookNvidia Operating system SamsungSmartphone Sony TabletTecnologia Touch Touch ScreenTouchscreen twitter Ubuntu Universal Serial Bus USB USB 2.0 USB 3.0 Wi-Fi Xbox 360 Yanko Design